Venda de livros bate recorde nos meses de novembro e dezembro

Relatório da Nielsen mostra que setor vendeu 1,27 milhão de exemplares apenas na semana que antecedeu ao Natal de 2013. Volume é o dobro do registrado antes.

 

Vendas de livros atingiram 1,27 milhão de exemplares apenas na semana que antecedeu ao Natal de 2013

 

O mercado de livros encerrou 2013 com recorde em vendas. Os meses de novembro e dezembro concentraram o maior volume já registrado no histórico de estudos do BookScan, ferramenta da Nielsen que monitora o setor. As três primeiras semanas de dezembro atingiram o dobro da média anual em comercialização de livros, com 1.270 milhão de unidades em apenas sete dias. A semana 51, que contém as vendas do Natal, atingiu a maior variedade de títulos diferentes vendidos: quase 62 mil ISBNs distintos. Apesar do crescimento em vendas, a receita não acompanhou o resultado, por conta das promoções de Natal e da Black Friday. Enquanto o volume comercializado subiu em aproximadamente 70%, a receita aumentou em 52%.

Na semana 48, que inclui as vendas da Black Friday, foi registrado o menor preço médio do setor durante o ano: valoir de R$ 33,78 por unidade. Esses cenários ilustram segmentos diferentes de consumidores: os Light Buyers, que compram cerca de três ou quatro unidades por ano, quase sempre unidades pontuadas entre os best sellers; e os Heavy Users; que investem mais pesadamente na categoria e não compram, necessariamente, somente livros em destaque. Esses dois grupos ajudaram a impulsionar o número de exemplares e a variedade de títulos.

Por Bruno Garcia, do Mundo do Marketing | 10/02/2014
bruno.garcia@mundodomarketing.com.br