Seminário em Nova Iguaçu debate orçamento público para livro e leitura

Após dois anos de sua aprovação pela Câmara Municipal de Nova Iguaçu, o primeiro Plano Municipal do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (PMLLLB) do Estado do Rio não saiu do papel. Nenhuma das metas de curto prazo aprovadas foram cumpridas, apesar de estar garantido na lei recurso financeiro do orçamento municipal para sua implantação.

“Como a sociedade pode interferir no orçamento público municipal e fazer valer seus direitos” é um dos temas que estará em discussão na quarta edição do Seminário por uma Baixada mais Leitora, no próximo dia 7 de dezembro, a partir de 10 horas, na sede do Patronato, Centro de Nova Iguaçu.

Organizado pela rede de bibliotecas comunitárias Baixada Literária, o evento pretende mobilizar os vários segmentos da área beneficiados com os recursos para implantação do PMLLLB: escritores e poetas, editores, espaços de leitura, grupos de saraus. O Plano prevê fomento à produção literária local, realização de eventos literários, apoio a bibliotecas, dentre outras ações de incentivo à leitura na cidade.

O Seminário irá apresentar também iniciativas de garantia da leitura como direito no município e no RJ, que está em processo de formação do Grupo de Trabalho do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (PELLLB).

Para participar basta inscrever-se no formulário disponível na página do evento no Facebook: “Por uma Baixada mais leitora”. O Seminário emite certificado de participação e terá sorteio de livros e encerramento com o Sarau da Baixada Literária.

Fonte: Baixada Fácil