Brevilóquio

breviloquioBrevilóquio, como o proprio nome indica, é um “pequeno tratado”, um “discurso breve”, escrito, como o autor diz no início do texto, a pedido dos principiantes no estudo da Teologia. Num momento de grande efervescência intelectual, como o foi o da vida universitária parisiense na metade do século XIII, era natural que os iniciantes se sentissem perdidos entre distinções, divisões, subdivisões, capítulos, partes etc., e , não raro, tivessem saudades dos bons tempos dos estudos filosóficos, pois a leitura de Aristóteles, Boécio, Porfírio, Prisciano e Cícero parecia-lhes bem mais amena e ordenada. Por isso, Boaventura procura tratar os grandes problemas teológicos de um modo diferente do costumeiro, isto é, sem a série de argumentos pró e contra, sem responder às objeções, sem citar as “autoridades”. Sobra, então, um discurso denso, de extrema concatenação lógica, em que o raciocínio pode ser seguido com relativa felicidade. Em seu gênero, trata-se de uma obra, quase perfeita, sendo seguramente o melhor texto medieval. O prólogo da obra trata longamente da origem, do método, da finalidade e da abrangência da Sagrada Escritura. Nas sete partes que se seguem, o autor resume o que era tema dos comentários aos Quatuor libri sententiarum de Pedro Lombardo.

FICHA TÉCNICA:

Autor: São Boaventura
Páginas: 272
Editora: Ecclesiae
 
Onde comprar: